BRASÍLIA — Um relatório da Infraero sobre a situação dos aeroportos, divulgado na tarde desta quinta-feira, mostra que o combustível (querosene de aviação) já acabou em seis aeroportos administrados pela estatal: Carajás (PA), São José dos Campos (SP,) Uberlândia (MG), Ilhéus (BA), Palmas (TO) e Juazeiro do Norte (CE). Em outros cinco, o combustível só é suficiente por mais doze horas (Recife, Goiânia, Maceió, Londrina e Navegantes).

Segundo o balanço, a reserva do produto garante as operações do aeroporto de Vitória por um período de até dezoito horas. Nos 29 restantes, a situação é pouco mais tranquila e o combustível é suficiente por mais de dezoito horas. Estão nesta lista Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ).

Em relação aos aeroportos concedidos, a situação é mais crítica em Brasília e em Confins (Belo Horizonte). Nos demais, o quadro está sob controle, segundo autoridades do setor aéreo.

Diante do problema, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) aconselha os passageiros a só se deslocarem para o aeroporto depois de confirmar com a companhia a situação do seu voo.

Fonte: O Globo.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Hsites, Especializados em Web para a área Médica

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?