O Presidente Pedro Azambuja visita o ‘Simulador de Direção’ do SEST/SENAT, recebido pelo Sr. Celestino da Coordenadoria de Desenvolvimento Profissional do SEST/SENAT.

A  SEST SENAT inaugura uma nova fase na capacitação de profissionais do transporte. Ao adotar Simuladores de Direção híbridos em cursos voltados a motoristas de cargas e de passageiros, torna os condutores mais completos e contribui para uma direção segura e eficiente. Por extensão, propicia um trânsito menos violento e reduz os custos dos transportadores. Localizados em Unidades Operacionais distribuídas por todo o Brasil, os 60 simuladores têm o objetivo de treinar mais de 50 mil motoristas no período de três anos.

A iniciativa é emblemática, especialmente quando vemos que o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) já sinaliza a possibilidade de estender a obrigatoriedade do uso do simulador na formação de condutores de todas as categorias. Atualmente, ele apenas é obrigatório na formação de condutores que se habilitam na categoria B. Com esse projeto, o SEST SENAT demonstra que atua na vanguarda do desenvolvimento profissional do setor e na segurança do trânsito.

Utilizar simuladores na capacitação de profissionais habilitados possibilita criar situações que talvez o motorista não tenha passado, mesmo tendo bastante tempo de condução, e proporciona a vivência de inúmeras possibilidades que não seriam possíveis em um treinamento real. A proposta pedagógica dos cursos que utilizarão os simuladores permite acompanhar o desempenho e a evolução dos alunos em tempo real.

O projeto é essencial aos transportadores, já que, quando o motorista dirige de forma mais adequada, há economia de combustível, menos gastos com manutenção e redução de custos operacionais. Ainda está em consonância com a nossa responsabilidade socioambiental, uma vez que não contribui para a emissão de gases poluentes. Diante disso, estamos convictos de que mais estratégias pedagógicas só trarão ganhos ao trânsito brasileiro.

A plataforma do Simulador de Direção do SEST/SENAT pode ser adaptado para a realidade de pátio de aeronaves, assim como as estruturas de oficinas e salas de aula à disposição dos treinamentos, o que tornou ainda mais importante essa grande parceria entre as entidades.

Divulgação: Marco Calzolari – Comunicação SINEAA, 300817.
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

3 + 7 =

Hsites, Especializados em Web para a área Médica

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?