Projetos estão sendo concluídos e previsão é de que a licitação seja feita no próximo semestre. Serão investidos cerca de R$ 50 milhões no terminal.

O Aeroporto Tenente Coronel Aviador César Bombonato passa a atrair investimentos federais depois de quase 15 anos sem obras expressivas. Em visita a Uberlândia na tarde deste sábado (23), o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, anunciou o investimento de R$ 50 milhões para ampliação do terminal na cidade.

O projeto ainda está em fase de elaboração e deve ser finalizado na próxima semana. Com isso, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) dará início ao processo licitatório para contratação da empresa que irá executar os trabalhos. O ministro reforçou que a previsão é contratar a empresa e empenhar os recursos ainda neste ano.

“Existe um fundo da aviação civil com disponibilidade de recursos pra aplicar nos aeroportos regionais. Assim que tiver uma empresa vencedora esses recursos vêm pra serem empenhados. O Ministério também conta com o apoio da bancada federal, dos deputados federais, para alocar os recursos nos aeroportos e rodovias”, explicou Casimiro.

Segundo a Infraero, a obra vai aumentar a capacidade de passageiros de 1,9 milhão para 3 milhões ao ano. Atualmente são 3.325 m² de área que serão ampliados para 5.525 m².

A sala de embarque será expandida para 824 m² e a de desembarque para 687 m². Os banheiros e espaços comerciais também serão contemplados pela reforma de ampliação em 51% a mais da área de comércio atual.

Mais um equipamento de raio-x e uma esteira de bagagens serão implantados para garantir maior agilidade no fluxo de passageiros.

Mais investimentos

Além da reforma de ampliação, já estão em andamento as obras na pista de pouso e decolagem, com recapeamento total do pavimento e correção parcial da geometria.

Inicialmente foi divulgado no site do programa federal “Agora, é Avançar” que a conclusão da reforma estava prevista para o dia 31 de março. Mas a ordem de serviço só foi expedida em abril e a nova previsão é de que os trabalhos finalizem em dezembro com investimentos na ordem de R$ 7,15 milhões.

Além disso, a Infraero fará a adequação do balizamento luminoso da pista, que está em fase de licitação e vai receber R$ 3 milhões com previsão de conclusão também para dezembro.

Também já está em processo licitatório a criação do complexo logístico do aeroporto. Uma empresa de Manaus foi considerada a arrematante da licitação, com valor global de R$ 9,18 milhões pelo contrato de 300 meses.

A previsão de investimento em infraestrutura para operação do empreendimento é de R$ 23 milhões. A partir da implantação, cargas terrestres e marítimas poderão ser armazenadas e tratadas em Uberlândia, consolidando o empreendimento como alternativa multimodal para empresas e comércio locais nas operações logísticas nacionais e internacionais.

Após a visita técnica no aeroporto, o ministro dos Transportes atendeu a imprensa para dar mais detalhes sobre as obras.

G1 questionou o representante da União o porquê da demora em direcionar investimentos federais para o aeroporto da cidade, que inclusive chegou a despertar interesse do Município na concessão do terminal. O ministro justificou dificuldade na elaboração de projetos voltados aos aeroportos regionais do país.

“Eu peguei um programa de aviação regional em andamento e são 54 aeroportos regionais recebendo reformas e ampliações. Então demorou um pouco para elaborar projetos bem estruturados para poder entender a demanda de cada município. Feito isso, agora estamos correndo para fazer as licitações e colocar essas obras em andamento”, finalizou Valter.

Fonte G1

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Hsites, Especializados em Web para a área Médica

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?