Sistema modula sua resposta para não interferir nas operações aéreas e integra-se à torre para multiplicar sua eficácia e precisão

novo sistema anti droneOs drones estão cada vez mais populares – e seu uso crescente acompanha as exigências por regulação e cuidado em diversos locais, especialmente nos aeroportos.

Recentemente, os aeroportos Gatwick e Heathrow, os principais da Inglaterra, ficaram fechados em razão dos pequenos aviões não tripulados. No Brasil, o aeroporto de Congonhas sofreu recentemente uma interferência em suas atividades devido a drones.

Como forma de superar esses desafios e fornecer mais segurança aos aeroportos, a Indra, empresa global de consultoria e tecnologia, é uma das pioneiras na oferta de uma solução totalmente feita para a proteção de aeroportos contra os equipamentos que voam sem autorização.

Proteger um aeroporto é muito complexo, já que não é possível alterar o tráfego nem interferir nos equipamentos das aeronaves.

A capacidade do sistema da Indra para modular a resposta é, portanto, fundamental. É possível integrar, além disso, com os sistemas da torre de controle para cruzar informação e detectar qualquer objeto que voe sem autorização de forma imediata.

Trata-se de um escudo inteligente, denominado ARMS (Anti RPAS Multisensor System), que detecta a presença destas aeronaves a quilômetros de distância e as neutraliza caso entrem no espaço a ser protegido.

Isso é feito com uma gama de sensores feitos especialmente para a detecção das aeronaves, incluindo radares, câmeras infravermelhas ou sensores de radio-frequência de diversas características e capacidades, que realizam as tarefas de detecção e identificação.

A solução é tão eficaz que pode ser utilizada de forma a deixar fora de circulação um só drone, em uma intervenção “cirúrgica”, ou todo um grupo completo de aeronaves, aplicando medidas mais agressivas.

O risco afeta, no entanto, muitas outras áreas e tipos de instalações. Fábricas, usinas nucleares, infraestrutura, edifícios oficiais, centros penitenciários, arenas esportivas ou qualquer lugar no qual se realize evento público podem enfrentar este mesmo problema.

Geo e Drones na Indústria 4.0

Você já pode marcar na sua agenda: de 25 a 27 de junho acontecem em São Paulo (SP) os eventos MundoGEO Connect e DroneShow 2019, os maiores da América Latina e entre os cinco maiores do mundo no setor.

Alinhados às tendências globais e com foco na realidade regional, o tema geral dos eventos este ano será “Geotecnologia e Drones na Indústria 4.0”.

Os conteúdos dos cursos, palestras e debates estão sendo formatados por um time de curadores para atender as demandas de empresas, profissionais e usuários principalmente nos setores de Agricultura, Cidades Inteligentes, Governança Digital, Infraestrutura, Meio Ambiente, Recursos Naturais, Segurança e Defesa.

Dentre as tecnologias disruptivas que estarão em destaque, estão Big Data, Inteligência Artificial / Machine Learning, Internet das Coisas, Realidade Virtual e Aumentada, BIM, Tecnologia Autônoma, entre outras, tudo isso cada vez mais integrado às Geotecnologias (Mapeamento, Cadastro, Imagens de Satélites, Inteligência Geográfica, GIS).

Fonte: DroneShow

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

vinte + um =

Hsites, Especializados em Web para a área Médica

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?