O aeroporto de Teresina, Petrônio Portela, está completando no último sábado (30/9), 50 anos de operação. O terminal foi inaugurado em 30 de setembro de 1967, passando a ser administrado pela Infraero em 1975, com exceção das atividades de navegação aérea.

O terminal tem uma média diária de 3.030 passageiros e 52 operações regulares operadas por três companhias aéreas – Azul, Gol, Latam. As rotas interligam a cidade a diversos destinos brasileiros, como São Luís (MA), Fortaleza (CE), Guarulhos e Campinas (SP), Brasília (DF), Recife (PE), Belém (PA), Rio de Janeiro (RJ), além das cidades piauienses de Parnaíba, Picos e São Raimundo Nonato.

“Por fazer a ligação entre as principais cidades da região Norte e Nordeste do país, que atende todo o estado do Piauí, boa parte do Maranhão e também o oeste do Ceará, o aeroporto contribui desenvolvimento econômico do estado e do país”,  disse o
O superintendente do aeroporto, Marco Aurélio Zenni.

Com capacidade para receber mais de dois milhões de passageiros por ano, em 2016, o Aeroporto de Teresina recebeu mais de um milhão de passageiros, entre embarques e desembarques. Neste ano, até agosto, foram 10.109 aeronaves e 741.387 passageiros.

Obras e melhorias

Com investimento de 1,8 milhão, a pista de pousos e decolagens do Aeroporto de Teresina passou, no primeiro semestre deste ano, por obras de recuperação de pavimentos. O serviço garantiu os níveis de segurança operacional do aeroporto. Além da pista, as melhorias também focaram na restauração dos pavimentos dastaxiways (vias de manobra de aeronave) A, B e C.

Também neste ano, segundo a Infraero, foi ampliado de cinco para seis o número de posições de estacionamento para aeronaves da aviação comercial código C (Airbus 320 e Boeing 737-800, por exemplo). Toda a sinalização horizontal do pátio de manobras também foi alterada, incluindo a parte destinada à aviação geral (jatos executivos), que passou por melhorias, com o incremento de sinalização da posição destinada a aeronaves de asa rotativa (helicópteros).

Novos equipamentos de navegação aérea

Ainda de acordo com a Infraero, no ano passado, o aeroporto também recebeu novos equipamentos de navegação aérea. O DVOR (Radiofarol Omnidirecional em VHF utilizando o princípio Doppler) e o DME (Equipamento radio telemétrico), além das novas cartas de aproximação padrão por instrumentos (IAC) e de saída padrão por instrumentos (SID). Com o novo sistema, o Aeroporto de Teresina oferece procedimentos de pouso e decolagem com mais confiabilidade e precisão, em especial na separação entre as aeronaves, quando elas estiverem em voo nas fases de aproximação e saída do aeroporto, o que gera uma maior fluidez na movimentação das aeronaves que chegam e parte do aeroporto.

Fonte: Site cidadeverde.com

 

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Hsites, Especializados em Web para a área Médica

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?